quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Estranha

Estranheza, é uma palavra que me veio com um certo incômodo.
Tem dias que desconheço "meu mundinho" Falo assim porque sei que do Mundo tenho muito a saber, a experimentar ... Agora os meus "arredores" às vezes me engolem...
Preciso agir da forma que penso e sinto ser correta. Para diminuir essa sensação de não caber onde vivo...
De ser diminuta, quando deveria ter um ponto de aumento...
Sou feita para durar, não para ser dura! Menos ainda para machucar os outros...
Estou tentando, acredite, estou me olhando mais, para ver os erros e os acertos...
Às vezes, vejo meus esforços escapando e passando por mim... como se não fossem meus. Como se não tivessem relação com o que quero alcançar... Como fosse tempo perdido ... Como se não devesse fazer mais nada, pois, tanto faz, e nada muda.
Hoje tenho essa estranha sensação de fracasso. Por querer demais uma coisa simples...

Um comentário:

A Marques disse...

Texto reflexivo e ao mesmo tempo, conflitante!!!

Postar um comentário